A TV com orelhas

Quando comecei a assistir televisão, criança no final dos 1960s, podia escolher entre uns quatro canais, girando o seletor do aparelho em preto&branco. Meus programas preferidos eram também poucos: alguns desenhos animados, séries norte-americanas (Perdidos no Espaço, Viagem ao Fundo do Mar, Túnel do Tempo…) , programas e séries brasileiras (O Vigilante Rodoviário e Shazan, Xerife & Cia), exibidos em horários fixos e limitados. E se por acaso eu quisesse “falar” com alguém da TV, poderia no máximo escrever uma carta para a emissora, que talvez tivesse alguém encarregado de enviar respostas-padrão aos telespectadores mirins. Tímido, jamais fiz isso. Só assistia e, de vez em quando, sonhava em

Tecnologia feminina

As mulheres já sabiam das vantagens dos carros elétricos no começo do século XX, os homens e "o" mercado (substantivo, não por aca

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

Rebimboca agência de comunicação e produção de conteúdo

Rio de Janeiro - Brasil

© 2020  Rebimboca Comunicação