• HENRIQUE KOIFMAN (do blog da Rebimboca no Globo)

Carros brancos são os preferidos, no Brasil e no mundo


Escolher a cor do carro muitas vezes passa ao largo do gosto pessoal. Moda, tendência, valorização... Muitos fatores pesam mais do que a simples preferência ou outro conceito qualquer, como a visibilidade (leia-se segurança) ou praticidade do pigmento na carroceria. Até bem pouco tempo, a preferência nacional era pelos tons de prata. Mas, de uns anos para cá, deu branco. Segundo um estudo divulgado esta semana da multinacional PPG, maior produtor global de tintas e revestimentos, a cor branca é hoje a preferida por 37% (!) dos compradores de carros novos, deixando o segundo lugar para o ainda bem vendido prata (29%), o preto (12%), o cinza (10%) e o vermelho (8%). Qual o motivo para isso? Leia o texto até o final e eu prometo, pelo menos, uma boa explicação.

Tendência mundial

Entre os modelos de luxo, a brancura é ainda maior: o matiz colore, ou melhor, deixa em branco a carroceria de 40% do total dos modelos vendidos. E ssa tendência se repete em igual proporção em todo o mercado sul-americano. O mesmo estudo revela que, globalmente, a cor da neve e da espuma do mar embrulha 38% de todos os carros que saem das concessionárias hoje - seguida por preto (16%), prata (12%) e cinza (10%). Todas as demais cores somam os 24% restantes.

Por que deu branco???

Mas por que, afinal de contas, em um mundo cada vez mais cheio de informações, opções e estímulos visuais, os compradores de automóveis optam por uma cor, hum, tão monótona? Segundo o portal norte-americano Market Watch, especializado em pesquisas e análises de mercado - e de comportamento dos consumidores -, a "culpa" de todo esse branco é da Apple. Foi a fabricante de eletrônicos mais queridinha e influente do mundo que optou por essa cor para colorir (?) todos os seus produtos, diferenciando-os no mercado. O sucesso foi tanto (não somente pela alvura, claro), que o branco transbordou para outros segmentos e produtos de outras empresas, meio que "transferindo" psicologicamente as qualidades dos iPhones e quetais para carros, eletrodomésticos, gadjets etc.

Isso pelo menos até a próxima tendência (tomara que não seja a do roxo com abóbora...) tomar conta do mercado.


0 visualização
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

Rebimboca agência de comunicação e produção de conteúdo

Rio de Janeiro - Brasil

© 2020  Rebimboca Comunicação