• Henrique Koifman

A Kombi do Futuro rodará em silêncio


Apresentada no Salão do Automóvel de Detroit que será aberto ao público no próximo sábado, 14 de janeiro, O Volkswagen I.D. Buzz (acima à direita, ao lado de sua vovó original) ainda deve levar alguns anos para chegar às lojas. Quando e se o fizer, chegará em silêncio, com motor elétrico. Depois de passar por um tremendo pesadelo em terras norte-americanas, justamente por conta dos índices de emissões de alguns de seus carros movidos a diesel, a marca alemã parece querer agradar aos ianques com uma releitura um dos ícones automotivos e culturais dos EUA dos anos 1970. Calcado no desenho da velha Kombi, o Buzz tem em seu material de divulgação uma série de alusões à viagens em grupo, com gente conversando e tocando violão à bordo, naquele velho clima flower power dos hippies.

Independentemente disso tudo, a talvez futura Kombi é bem bacana, tem autonomia para mais de 430 km sem precisar recarregar, é empurrada por dois motores (um no eixo dianteiro, outro no traseiro), vai de zero a 100 km/h em apenas 5 segundos(!) e chega aos 160 km/h de máxima. A iluminação é toda com leds, que acentuam as belas linhas da carroceria e, no interior, a configuração do espaço, bancos e utilizações é bem variada.

Como tudo o que se relaciona com o futuro do automóvel, ela também tem em seu projeto a previsão da tal direção autônoma, ou seja, um sistema que cuidará da condução da viagem enquanto o motorista aproveita para participar da farra lá atrás. Taí, nesse caso, eu que prefiro dirigir pessoalmente os meus carros, achei esse recurso maneiro, bicho.


36 visualizações
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey

Rebimboca agência de comunicação e produção de conteúdo

Rio de Janeiro - Brasil

© 2020  Rebimboca Comunicação