top of page

Ipiranga Racing quer voltar a ser protagonista no Velocitta

Em 2021, Thiago Camilo e Cesar Ramos subiram ao pódio

quatro vezes nas três etapas disputadas no autódromo


Thiago Camilo no Velocitta em maio – Carsten Horst/Hyset


O desempenho totalmente ‘fora da curva’ da Ipiranga Racing na primeira passagem da Stock Car pelo Velocitta na temporada 2022, em maio – foram apenas dois pontos, conquistados por Cesar Ramos - não tira nem um pouco do otimismo do chefe da equipe, Andreas Mattheis, para a etapa que está sendo disputada a partir de hoje. “Na quarta etapa do ano nós tínhamos um carro muito, forte, do César, que foi o mais veloz no Q1 e no Q2, cometeu um pequeno erro no Q3 que custou dois décimos de segundo e ainda assim largou na primeira fila, mas foi tocado na largada. É bom a gente voltar para essa pista e trabalhar com essa mesma linha de set up que deu certo aqui e a gente vem desenvolvendo etapa a etapa, e é notável a ascendência de performance. Então só podemos estar muito positivos”, diz Mattheis.




Em 2021, a Stock Car disputou três etapas no Velocitta – terceira, quarta e décima etapas da temporada - e os pilotos da Ipiranga subiram ao pódio em todas. Na corrida principal da terceira etapa Thiago Camilo chegou em terceiro, mesma posição de Cesar Ramos (na foto, com troféu de volta mais rápida no Velocitta – Vanderlei Soares/Hyset) na segunda corrida da quarta etapa. Na décima etapa, Cesar Ramos foi terceiro na corrida principal e Thiago Camilo (na foto abaixo, com o troféu de maior pontuador de Interlagos – Rafael Gagliano/Hyset) foi primeiro na corrida 2, tornando-se o maior vencedor da Stock Car no Velocitta. São três triunfos, dois na corrida principal, largando da pole position, em 2019, e esse de 2021.


“Estatísticas não contam nada na hora que você senta no carro, mas a gente tem razões para estar confiante nessa passagem pelo Velocitta, primeiro porque sempre andamos bem na pista e segundo porque a gente abriu a segunda metade do campeonato, na etapa passada, em Interlagos, com uma grande evolução. Resolvemos um problema que eu vinha tendo de velocidade de reta e fui o maior pontuador do fim de semana tendo largado em 18º, então só podemos esperar uma boa performance”, diz Camilo.

Cesar Ramos espera voltar a subir ao pódio no Velocitta, mas com um sorriso no rosto, já que em maio recebeu o troféu pela volta mais rápida da etapa com um semblante bastante contrariado. “Esse ano em algumas vezes eu tive carro para brigar por vitória e acabei sendo envolvido em acidentes, e o Velocitta foi uma delas. Já andei bem aqui em maio, a equipe está numa curva ascendente, então tenho certeza de que serei muito competitivo esse fim de semana”.


Commentaires


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page